Publication:

Pequenas Empresas Grandes Negocios - 2021-10-09

Data:

ACERTO DE CONTAS

NOVOS VENTOS

TEXTO PATRÍCIA TRUDES DA VEIGA ILUSTRAÇÃO HAUS OF RECORDS

O cliente final está cada vez mais no comando: consome na hora que quer, no canal que quer. “A multicanalidade, que já vinha sendo discutida há muito tempo pelas redes, deixou de ser opcional e passou a ser obrigatória”, afirma Rodrigo Abreu, diretor de marketing e comunicação da Associação Brasileira de Franchising (ABF). Isso exige adaptação das vendas em novos canais (app, web, redes sociais) e gestão inteligente do estoque, que impactam diretamente as receitas. Mas, afinal, que perguntas o candidato a franqueado deve fazer para saber se vai ganhar dinheiro? Confira o que dizem os especialistas. ESTE É O MOMENTO PARA INVESTIR EM UMA FRANQUIA? “O momento é bom para quem vai investir por oportunidade, não por necessidade”, afirma Luciana Ikedo, sócia-fundadora da Ikedo Investimentos. Segundo ela, é preciso ponderar as oportunidades e os desafios do segmento escolhido, o ciclo de vida do negócio “e fazer três fluxos de caixa: um otimista, que normalmente é o apresentado na COF [Circular de Oferta da Franquia]; um realista e um pessimista, este avaliando qual seria o impacto no negócio e na vida pessoal numa situação de crise econômica”. Éder Max, consultor do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado de São Paulo (SebraeSP), diz que, embora o franchising seja um modelo “testado e validado”, o candidato a entrar no sistema, além de adaptar-se e seguir as regras, deve ter perfil empreendedor: “Correr riscos calculados, ter poder de persuasão e uma boa rede de contatos”. Para Abreu, da ABF, ele também deve se questionar se está preparado para a disruptura da transformação digital. “Não dá mais para investir em formas de trabalhar como se fazia há um ano. Se for atuar neste novo cenário de um jeito velho, ele não vai sobreviver.”

Images:

© PressReader. All rights reserved.