Publication:

Pequenas Empresas Grandes Negocios - 2021-10-09

Data:

Watts Mobilidade expande a distribuição de veículos elétricos com nova fábrica em Manaus

NOVOS VENTOS

Com a proposta de contribuir com a agenda climática, inovar os meios de transportes e trazer qualidade de vida para as pessoas, a mobilidade elétrica é uma realidade em vários países e aos poucos está conquistando mais espaço no Brasil. Em 2020, foram comercializadas 32.11O bicicletas elétricas, um salto de 28,4% em relação a 2019, que fechou o ano com 25 mil unidades vendidas. A demanda por veículos elétricos também movimenta a produção nacional dos produtos, e é nesse contexto que a Watts Mobilidade Elétrica está expandindo os negócios com concessionárias espalhadas por todo o Brasil. A Watts surgiu em 2018 com o propósito de difundir soluções de mobilidade sustentável nas metrópoles e fabricar produtos premium, como e-bikes, patinetes e scooters. “É uma startup que veio para ajudar a resolver o problema do trânsito de forma sustentável com produtos inovadores, econômicos e seguros. Todos os nossos produtos são desenvolvidos com componentes modernos e seguros”, diz Rodrigo Gomes, sócio-fundador da startup. Aliado a esse objetivo, a startup também se apresenta como uma opção de negócio sem burocracias, com baixo custo de investimento para o empreendedor e alta rentabilidade. Além disso, a empresa pretende fazer parcerias com empresas de entregas que tenham sustentabilidade em seu DNA. Modelo híbrido de concessionária A proposta da concessionária Watts foi desenvolvida com características do modelo de franquias e das tradicionais montadoras de veículos. Todo empreendedor que assina o contrato de concessão e uso da marca recebe uma cartilha, como se fosse um manual de franquia, com todas as orientações de montagem da loja, mobiliário, expositor, layout do logotipo e cores. O segundo diferencial da Watts é ser montadora dos produtos elétricos, por isso as concessionárias não precisam fazer estoque, com pequenos espaços e com baixo custo de ocupação. “O empreendedor monta sua loja com design moderno e já possui um showroom com todos os produtos expostos para que o cliente conheça, faça o test-drive com todos os modais e decida qual item do portfólio encaixa em suas necessidades. Hoje a Watts possui o maior portfólio de produtos do mercado, nossas e-Bikes exclusivas, por exemplo, são inspiradas em modelos consagrados nos mercados europeu e americano”, explica Gomes. Assim, o empreendedor não fica com produtos no estoque e sem perspectiva de venda. Segundo Gomes, o principal problema das concessionárias tradicionais é manter um estoque grande, não conseguir vender e ter dificuldade para pagar as contas. “A matriz, que é a nossa montadora, tem um estoque a pronta entrega para atender todas as nossas concessionárias. O empreendedor só precisa adquirir o nosso portfólio de produtos Watts para montar o showroom e vender. O prazo de entrega varia de acordo com a transportadora, mas nós temos muita agilidade na logística e não demanda muito capital para quem monta uma concessionária Watts”, destaca. Atualmente, a produção dos modais está concentrada em Londrina, no Paraná, mas, ainda neste ano, a Watts caminha para inaugurar a primeira fábrica de veículos 100% elétricos na Zona Franca de Manaus. Com a nova unidade, a fabricante lançará a linha de motos elétrica inteligentes, que vai atender à demanda crescente de delivery no país e consolidar a marca no setor de mobilidade elétrica. O levantamento da Statista, empresa especializada em dados de mercado e consumidores, aponta que o Brasil foi responsável por 48,77% de todo o mercado na América Latina. A moto terá potencial de diminuir os gastos com manutenção e combustível dos veículos a combustão. “Com esse produto, pretendemos reduzir em 50% o custo mensal dos entregadores, além de reduzir a emissão de CO2 causada por esse mercado”, finaliza Gomes.

Images:

© PressReader. All rights reserved.