A MODA PEGOU

2021-12-02T08:00:00.0000000Z

2021-12-02T08:00:00.0000000Z

Infoglobo Conumicacao e Participacoes S.A.

http://revistapegn.pressreader.com/article/282235193940889

DATA BASE CAPA

O empreendedorismo sempre pulsou nas veias de Manu Bragança, 44 anos. Ela teve lojas multimarcas e comandou uma equipe de 40 pessoas em uma confecção de jeans que fornece para marcas populares. Mas decidiu dar um tempo. “Eu sou extremamente ativa e agitada e, naquela época, viajava bastante a trabalho. Mas resolvemos ter filho, e meu marido sugeriu que eu desacelerasse um pouco”, diz. Foi assim que Bragança gestou duas crias ao mesmo tempo: a filha, Antonia, e a Totta Acessórios, ambas com 4 anos. “Totta é o apelido da filha de uma amiga, que também se chama Antonia, e ficou sonoro, alto-astral, como eu queria”, conta. Talvez sua sensibilidade de psicóloga influencie o negócio, que está muito ligado às emoções. “Concebi a Totta no escritório da minha casa, enquanto minha barriga crescia. Eram cadernos e mais cadernos com anotações. Queria uma marca que se tornasse desejo e que atendesse aos sonhos das mulheres de se sentirem bem ao usarem uma peça minha”, afirma. No começo, ela fazia curadoria de bijuterias finas e revendia. Mas não demorou muito para produzir as coleções autorais. “A grande pegada da Totta é associar os produtos ao meu lifestyle. Sem querer, me tornei garota-propaganda da marca, e isso tomou tamanha proporção que hoje também sou contratada como influenciadora para divulgar marcas de moda e beleza.” Sua clientela – mulheres de alto poder aquisitivo e atrizes, por exemplo –, grande parte heavy users, mal espera pela chegada semanal de novos produtos. As “totta lovers”, como são chamadas, podem comprar nos três pontos físicos (dois no Rio de Janeiro e um em São Paulo) ou pelo site. “Tem gente que, mesmo com condição de ir à loja, prefere adquirir online”, diz Bragança. Por meio do WhatsApp Business, as vendedoras sugerem como combinar as peças da Totta, mostrando looks – elas têm um grande acervo de fotos de moda. O atendimento personalizado surte efeito – hoje, 70% do faturamento médio mensal de R$ 600 mil vem das vendas online. Para entregar tudo isso, a Totta conta também com a ajuda de outra ferramenta, a Manda Bem, que faz coletas diárias de produtos no escritório e providencia a expedição para todo o país. “Sem uma ferramenta de logística, nossa vida seria bem complicada”, fala. Com o apoio da tecnologia, a Totta cresceu 40% na pandemia. E com muito estilo, diga-se de passagem.

pt-br