DECISÕES EM GRUPO

2022-05-05T07:00:00.0000000Z

2022-05-05T07:00:00.0000000Z

Infoglobo Conumicacao e Participacoes S.A.

http://revistapegn.pressreader.com/article/282346863389317

DATA BASE - OS NOVOS NEGÓCIOS FAMILIARES

Toda semana, Eduardo Meyer, 33 anos, diretor comercial e de marketing da distribuidora de calçados Avacy, tem um encontro agendado com o avô, André, 90, fundador da empresa, e a mãe, Conceição, 58, diretora financeira e de gestão de pessoas. É no conselho familiar que eles tomam todas as decisões estratégicas da empresa. Apesar dos laços afetivos que os unem, não são reuniões tranquilas e nem sempre é fácil aprovar mudanças. Foi assim em 2016, quando Eduardo precisou convencer seu avô sobre a importância da internet para alavancar as vendas. “Ele não entendia como os clientes concordariam em comprar calçados sem ver ou provar”, diz. Eduardo contou com o apoio da mãe, que trabalha na companhia há 35 anos e sabia da importância da presença omnichannel. Hoje as vendas digitais representam 80% do total, e André reconhece que a decisão foi acertada. A Avacy inaugurou sua primeira loja em 1969, no bairro do Brás, em São Paulo. O foco era o varejo, mas André descobriu mais tarde que poderia aumentar seu faturamento se tornando uma distribuidora. Fez parcerias com marcas como Alpargatas, Grendene e Beira Rio. Atualmente são três unidades, todas em São Paulo, e uma equipe de 75 funcionários. A empresa se manteve nesse modelo até a chegada de Eduardo. Uma de suas primeiras ações foi levar para o conselho da família e aprovar a adoção do sistema Totvs para dar maior agilidade à gestão. No ano passado, negociou com o avô e a mãe um acordo com uma fintech para oferecer crédito aos lojistas. “Meu avô já ofereceu muito crédito do próprio bolso para que eles pudessem comprar”, diz. “Era preciso tornar esse sistema mais eficiente e confiável.” A última novidade é a Universidade do Calçado, que começou a funcionar no final do ano passado e disponibiliza cursos online básicos para lojistas, como vendas, marketing, contabilidade e finanças. Todas essas mudanças foram aprovadas pelo conselho da família. A palavra final é sempre do fundador, mas hoje ele delega mais. Seus outros três filhos não participam do negócio. Sua esposa, Helia Lima, faz parte da sociedade, mas não ocupa cargo na Avacy.

pt-br