ESCOLA DE INGLÊS, ESCOLA DA VIDA

2022-07-28T07:00:00.0000000Z

2022-07-28T07:00:00.0000000Z

Infoglobo Conumicacao e Participacoes S.A.

http://revistapegn.pressreader.com/article/282411288066851

DATA BASE | FRANQUEADO 2.0

Clayton Frazão, 45 anos, carioca que atualmente mora em São Paulo, coordena negócios também no Pará e no Paraná. Ele é sócio de quatro unidades da Minds Idiomas na capital paulista e subdiretor dessas e de mais quatro escolas localizadas nos outros estados. Nada mau para quem começou na empresa como motoboy, em Vitória (ES). “Minha vida mudou quando respondi ao anúncio para essa vaga. Com o tempo, fui me envolvendo com os negócios e, aos poucos, passei a trabalhar na área administrativa”, conta Frazão. Após sete anos atuando na administração, ele foi convidado para liderar a escola de Manaus (AM), em 2008. Deu tão certo que, em 2013, recebeu nova proposta, desta vez, para trabalhar em uma unidade em São Paulo. Um ano mais tarde, ele se tornou subdiretor dessa escola e, no ano seguinte, era sócio da sua primeira escola. Ele afirma que aprendeu tudo na prática. “Sou autodidata, a Minds foi minha escola – de negócios e de vida”, diz. Há quatro meses, ainda no rescaldo da pandemia, abriu uma unidade home-based do negócio no Clube Atlético Ypiranga, que tem cerca de 5 mil sócios. “O namoro começou lá atrás, e a parceria foi firmada em março de 2020, quando tudo parou. Suspendemos por um período. Depois, conseguimos nos instalar lá. Era um desejo antigo que pôde ser viabilizado porque o investimento nesse modelo de negócio é mais baixo, cerca de R$ 20 mil”, conta. A Minds Idiomas criou essa alternativa neste ano para reduzir custos e flexibilizar antigos padrões de investimento. O modelo permite alocar a escola em um espaço menor, inclusive em casa, coworkings, escolas e clubes. Os alunos podem mesclar aulas presenciais e digitais. “O sabor da vitória de estar em um ponto alternativo, como o clube, só nos fortalece para pensar em estudar outras possibilidades nesse modelo home-based”, diz Frazão. O faturamento médio mensal de R$ 112 mil com as quatro unidades é mais um fator que encoraja.

pt-br